13 DE MAIO DE 1888: UMA DATA QUE O BRASIL NÃO PODE ESQUECER 

13 DE MAIO DE 1888: UMA DATA QUE O BRASIL NÃO PODE ESQUECER

13 DE MAIO DE 1888: UMA DATA QUE O BRASIL NÃO PODE ESQUECER

Há 126 anos foi assinada a Lei Áurea libertando os escravos africanos. Apesar de ter sido suprimido do calendário oficial, o 13 de maio, na minha opinião, tem que ser lembrado não só por mim, que nasci de mãe negra, minha amorosa e querida mãe, mas por todos os que respeitam os direitos humanos. Quando a Princesa Isabel assinou o fim da escravidão a Bahia era o estado com a maior população de escravos do Brasil: dez por cento do total. Em São Paulo, no entanto, os fazendeiros começaram a libertar os escravos por conta própria, antes da Lei Áurea, pressionados pelos escravos: como eles fugiam frequentemente para as cidades, deixando as fazendas acéfalas, tornou-se mais conveniente ficar com eles, mas em liberdade e pagando salários. A Lei Áurea apenas sacramentou uma situação que os próprios escravos provocaram. Não foi a princesa Isabel quem os libertou – eles se libertaram. Por isso o Brasil não pode esquecer essa data: para jamais esquecer que liberdade ninguém dá, liberdade se conquista.

 

About the author: Protógenes Queiroz

Advogado (desde 1984) Procurador-Geral Municipal- SG/RJ (1989/1992) Delegado de Polícia Federal (1998/2015) Deputado Federal ( 2011/2015) Professor Universitário (desde 1988)

Adicionar um comentário


Últimas Notícias

“SE O ESPINHO NOS E DADO NÃO PODEMOS MAIS CALAR”

  Parafraseando… ” SE O ESPINHO NOS E DADO NÃO PODEMOS MAIS CALAR” O jornalista Paulo Henrique Amorim hoje ...

Facebook
Twitter