Audiência proposta por Protógenes leva Comissão a investigar terceirização da PF 

Representantes dos servidores concursados da Polícia Federal (PF) confirmaram, na Câmara dos Deputados, a terceirização de funções estratégicas para o Estado, como o serviço de emissão de passaporte. A medida foi adotada para atender ao aumento do fluxo de passageiros nos aeroportos, durante o Governo do ex-presidente Lula, mas é mantida até hoje. O presidente do Sindicato dos Servidores da Polícia Federal no Rio de Janeiro (SSDPF-RJ), Telmo Corrêa, afirmou ser o processo “ilegal” e favorecedor da corrupção, mas que, na sua avaliação, nada deve mudar no curto prazo.

De acordo com os sindicalistas, a PF tem em seu quadro 4.539 terceirizados, vinculados a 179 empresas, que geram um gasto mensal de quase R$ 10 milhões aos cofres públicos. Deste total, quase 10% dos trabalhadores estaria atuando diretamente no controle de imigração nos aeroportos, que é uma atividade com poder de polícia e restrita aos servidores de carreira.

A presidente do Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal, Leilane de Oliveira, contou que, no Maranhão, uma terceirizada foi afastada de suas atividades após receber suborno para emitir passaporte a um procurado pela Justiça; em Jales (SP), a recepção de armas da campanha do desarmamento é controlada por um digitador; e em Porto Alegre (RS), terceirizados comandaram, em 2008, um esquema de desvio de armas entregues na campanha nacional de desarmamento.

Com a audiência pública, requerida pelo deputado federal Delegado Protógenes (PCdoB-SP), a Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados decidiu investigar a terceirização nos aeroportos. Os deputados não descartaram até a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), caso a Polícia Federal não contribua no trabalho.

About the author: Protógenes Queiroz

Advogado (desde 1984) Procurador-Geral Municipal- SG/RJ (1989/1992) Delegado de Polícia Federal (1998/2015) Deputado Federal ( 2011/2015) Professor Universitário (desde 1988)

3 Respostas para Audiência proposta por Protógenes leva Comissão a investigar terceirização da PF

  1. João Batista Brito

    Quer descobrir mais? Veja como está a condição dos terceirizados e policiais assumindo funções de analistas de sistemas, administradores de banco de dados no lugar de ficarem atuando na área policial,outro caso sério é precariedade do quadro de funcionários que trabalham no tetrapol, também na CTI.Sou agente de telecomunicações trabalhando com trabalho administrativo, em vez de estar trabalhando no tetrapol, onde a cada dia sai um agente de telecomunicações, ou aposentando, passando em outro concurso ou falecendo.

     
  2. nilton santos

    O Brasil se alegra em ver seu representante agir com tanta dignidade e buscar o bem comum da população, evitando fraudes, roubo do dinheiro público, corrupção.
    Parabéns Dep. Protogenes, nós da cidade de Taubaté expressamos nossa admiração por Vossa Excelência.
    D’us abençoe sua vida, família e carreira.

    Pr. Nilton Ferreira dos Santos
    Pastor Presidente da Assembleia de Deus Ministério Palavra de Esperança.

     
  3. Joseano Laurentino da Silva Santos Leão

    Já háviamos falado sobre isto mas o povo Brasileiro dorme, no ponto parabéns delegado.

     

Adicionar um comentário


Últimas Notícias

Protógenes Queiroz fala sobre o atentado contra a vida de Jair Messias Bolsonaro no dia 06/09/2018.

Protógenes Queiroz fala sobre o atentado contra a vida de Jair Messias Bolsonaro no dia 06/09/2018.

Dep. Federal Cabo Daciolo denuncia fraude nas urnas eletrônicas.

FRAUDE NAS URNAS ELETRÔNICAS ANISTIA AO DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL, PROTÓGENES QUEIROZ. “…Não há nada escondido que não venha ...

Manifestação em apoio a Protógenes Queiroz

Manifestação em apoio a Protógenes Queiroz Dia: 17/02/2018 às 09h. Local: Viaduto do Chá, São Paulo – SP. Juntos ...

Facebook
Twitter