PROPOSTA DO DELEGADO JORGE PONTES 


VIDA DE GADO
Por Jorge Pontes
Nelson Rodrigues dizia, em certas situações, observar algo de bovino no comportamento do nosso povo. Os políticos, grande parte da mídia (comprada pelo interesse de seus maiores anunciantes) e as empresas atingidas pela Operação Carne Fraca estão apostando nisso.

Ao fazerem deslavadas inserções (no noticiário jornalístico) com uma avalanche de críticas subliminares ao trabalho da Polícia Federal, as empresas de comunicação estão acreditando piamente que de tanto repetirem a mentira “a Polícia Federal exagerou”, vão acabar convencendo a sociedade de que não há nada de errado nos fatos trazidos à baila pela Op. Carne Fraca, e que a culpa dessa estória toda foi dos exageros da PF e do MPF.

Afinal de contas, quantas vezes precisamos repetir uma mentira para transformá-la em verdade inquestionável?

E já tem até gente que começou a cair nessa esparrela.

Na realidade, essa campanha contra a PF tem o sentido maior da intimidação, pois eles (políticos e empresários envolvidos) sabem que os áudios ainda sob sigilo são MUITO ruins para eles, principalmente, para os políticos.

Trata-se de uma artimanha de defesa prévia, para apenas minimizar danos.

E a verdade é uma só: os políticos – sempre eles – lotearam os principais cargos da fiscalização sanitária pelo Brasil afora, a pedido dos donos das empresas produtoras de carne. Sabem por que? Porque apesar de tratar-se de um setor riquíssimo, que fatura bilhões, os seus empresários não aceitam ter prejuízo NENHUM com as carnes que incidentalmente venham a estragar.

A cabeça desses negociantes funciona sempre com a ideia de “prejuízo zero”! Então, apesar do sistema de certificação ser de fato muito bom, da carne ser efetivamente boa, eles reaproveitavam tudo que estragava e perecia. São empreendedores inescrupulosos e gananciosos.

E reaproveitavam a partir da corrupção (pagamento de propinas) dos fiscais apontados pelos políticos cujas carreiras eles financiavam. Um círculo vicioso perfeito.

A sociedade há de ter um senso crítico mais acurado e não se deixar levar como uma caudal de bois desatentos…

É simples assim.

Jorge Pontes é Delegado de Polícia Federal e foi Diretor da Interpol no Brasil

FONTE: http://www.diariodopoder.com.br/artigo.php?i=51685484978
Acessado em 29/03/2017 às 19h00

About the author: Protógenes Queiroz

Advogado (desde 1984) Procurador-Geral Municipal- SG/RJ (1989/1992) Delegado de Polícia Federal (1998/2015) Deputado Federal ( 2011/2015) Professor Universitário (desde 1988)

Adicionar um comentário


Últimas Notícias

Protógenes Queiroz, o primeiro exilado do novo golpe.

Por (JHC) – Bem Blogado Redação – A entrevista de Mariana Godoy, RedeTV!, com Protógenes Queiróz escancara a visão ...

CORRUPTOS AO QUADRADO E CANALHAS AO CUBO

Por Jorge Pontes O que podemos pensar de homens públicos que enriquecem às custas de fraudes perpetradas contra a ...

DELEGADO DA PF, JORGE PONTES, EM HARVARD.

Ontem, o Delegado de Polícia Federal, Jorge Pontes, compôs o painel que discutiu “O Flagelo da Corrupção no Brasil”. ...

Facebook
Twitter