Rio de Janeiro

CORRUPTOS AO QUADRADO E CANALHAS AO CUBO

Por Jorge Pontes O que podemos pensar de homens públicos que enriquecem às custas de fraudes perpetradas contra a saúde pública de uma população tão carente como a carioca? Em que grau de ordinarice pode chegar um médico? Como alguém que presta um juramento como o de Hipócrates pode cometer tamanha barbaridade, sendo, ainda por Notícia Completa